Firefox ultrapassa IE na Europa

firefox comendo internet explorer

Água mole em pedra dura tanto bate até que fura. Pode ser resumida assim a situação dos navegadores no continente europeu, especialmente Firefox e Internet Explorer.

Em 2008, várias empresas europeias resolveram entrar na justiça contra a Microsoft para que a empresa desse a opção de escolha do navegador para o usuário ao invés do Windows já ir com o Internet Explorer instalado.

Essa ação foi orquestrada principalmente pela Opera Software que reclamou do monopólio da Microsoft e a justiça europeia deu como justa a reclamação. Assim, a Microsoft teve que adaptar o Windows 7 com uma nova janela de escolha do navegador durante a instalação. Os usuários podiam escolher entre instalar Internet Explorer, Firefox, Chrome e Opera.

Essa ordem sobre a Microsoft causou um estrago a longo prazo que pode ser observado nos dias de hoje. A StatCounter constatou que o Internet Explorer perdeu a sua liderança depois de muitos anos no velho continente.

Isso significa que os números que a Microsoft mostra, a maioria favorável ao IE, podem estar equivocados. Considerando que o continente europeu tem forte penetração na web, a notícia é preocupante para a gigante de Redmond.

É preciso observar também o mercado americano onde o IE ainda continua a ser o líder, mas em queda devido ao crescimento do Google Chrome.

Enfim, vamos ver o que será do futuro do Internet Explorer. De uma coisa já se sabe:

Internet Explorer não dita mais as regras.