Sem categoria

Internet Explorer 10, a esperança da Microsoft

O Internet Explorer há muito tempo vem perdendo terreno no mercado de navegadores e a Microsoft demorou para se atentar para isso. Com o lançamento do Internet Explorer 9, percebeu-se que a empresa de Bill Gates estava tentando correr atrás do prejuízo. Antes tarde do que nunca!

A nova e grande esperança da Microsoft está depositada no Internet Explorer 10. O navegador será padrão no Windows 8 e promete maior integração ao sistema e mais leveza.

Siga o @denavegador no Twitter e fique por dentro das novidades dos navegadores.

O IE 10 está com o desenvolvimento finalizado e pronto para ser lançado junto com o Windows 8. Com a ajuda do Windows 8 RTM, espera-se que o número de usuários cresça novamente.

A grande aposta da Microsoft é colocar o recurso “Do not track” como padrão nas configurações do IE10. Para quem não sabe, o “Do not track” é uma espécie de aviso aos sites rastreadores de informação que não deseja ser rastreado. Isso fará com que serviços como o do Google Adsense não colete informações do usuário para mostrar uma propaganda de acordo com o perfil de uso.fechadura

Essa questão de não rastreamento é algo que vem sendo bastante discutido nos últimos anos e a Microsoft encontrou nisso uma maneira de se reerguer. O foco daqueles que defendem é sempre proteger a privacidade dos usuários.

Incoerência da Microsoft

Proteger a privacidade dos seus usuários pode ser um discurso muito bonito. Pelo menos, assim quer a Microsoft que as pessoas pensem. Acontece que nem ela mesma segue essa linha se pararmos para pensar no que é feito com o Windows, seja ele qualquer versão. Sem permissão, a Microsoft está sempre visitando a máquina do usuário com Windows conectada a internet. Isso pode ser visto com um sniffer de rede onde pode ser visto um IP visitando a nossa máquina a cada minuto.

Por que fazem isso? Simples! Coletando informações do usuário, de como ele usa o sistema, como usa a internet, dentre outras coisas. Justamente aquilo que pegou para combater na internet através do “Do Not Track”.

Portanto, a única conclusão que podemos tirar disso é que se trata de uma batalha ao maior sistema de arrecação de dinheiro do Google, o Adsense junto com o Adwords.

Não existe uma empresa boazinha preocupada com a privacidade dos usuários. Isso é história para boi dormir. Todas querem se aproveitar das informações coletadas para fazer melhores produtos. Simples assim!

Enfim, o que a Microsoft quer com o IE10 é fingir que protege a sua privacidade. Vamos ver até quando irão com essa história.